top of page
  • Foto do escritorRami

Min Hee Jin, de aliada a inimiga da HYBE


Na última semana toda a comunidade kpopper ouviu o nome de Min Hee Jin, atual CEO da ADOR, uma das subsidiárias da HYBE e casa de um nos grupos femininos mais famosos da atualidade, o NewJeans. Entretanto, seu nome dessa vez não veio a tona pelo seu sucesso na criação do conceito e administração de sua empresa e sim por uma grande reviravolta em sua relação com a HYBE. Tudo começou quando a HYBE anunciou que estava lançando uma auditoria sobre a ADOR, que trouxe a tona, desde acusações de plágio até xingamentos de xamãs sobre o BTS que resultou em uma polêmica coletiva de imprensa ministrada pela própria Min Hee Jin e sua assessoria.



Mas quem era Min Hee Jin antes da HYBE?

Antes da polêmica atual e muito antes do NewJeans, Min já havia desempenhado um papel fundamental na SM Entertainment, outra grande empresa do kpop, por 15 anos.


Ingressando na agência em 2002 como designer gráfica, ela passou a liderar a marca visual de seus principais grupos, incluindo Girls' Generation, Shinee, F(X), Exo e Red Velvet. No entanto, apesar de ingressar no conselho de administração da SM Entertainment em 2017, Min deixou totalmente a empresa no final de 2018. Em um episódio de dezembro de 2021 do programa "You Quiz on the Block", a mesma declarou que em certo ponto, ela estava lançando de quatro a cinco álbuns em um mês e com todo o trabalho artístico, promocional e de vídeo chegou ao ponto de se sentir esgotada.


Sua chegada na Hybe e a criação da ADOR


Não muito depois de sua saída da SM, a antiga Big Hit Entertainment, anunciou que Min se juntaria como diretoria de branding encarregada do que agora sabemos ser o trabalho de rebranding necessário para que a Big Hit se tornasse a Corporação HYBE, lançada em maio de 2021. Ao adquirir empresas da indústria do kpop em ascenção a HYBE foi se consolidando como uma das maiores agências de kpop da atualidade, e isso se tornou uma prova da qualidade do trabalho de Min Hee Jin. Seu sucesso na empresa claramente a ajudou a conquistar seu novo papel como CEO do sub-selo original da HYBE, ADOR (All Doors One Room), em novembro de 2021, que passou a gerenciar o NewJeans, o primeiro grupo feminino original da HYBE.


O sucesso estrondoso do NewJeans e conceito Y2K

Com o nome já reconhecido na indústria, o lançamento do primeiro grupo da ADOR foi muito aguardado, pois também marcou a estreia de Min como produtora executiva. Em vez de ser pressionada por tal expectativa pública, Min aproveitou-se dela estrategicamente trazendo inovações em uma indústria que há um tempo não via novidades.


O papel de um teaser é deixar as pessoas curiosas, mas tornou-se mais como uma inércia, e eu senti que era desnecessário, sem nenhuma informação revelada sobre as membros, as pessoas continuariam reproduzindo o MV, e eu esperava que isso as levasse a continuar pesquisando sobre elas online. Depois de assistir ao segundo MV, no qual os nomes das membros são revelados, eu previ que as pessoas voltariam ao primeiro MV para procurá-las.

Disse Min a Joongang Ilbo em uma entrevista.


Livres da maquiagem pesada e da moda extravagante que reinava no K-pop, com cabelos escuros e lisos, como os de adolescentes comuns. O conceito anos 2000 e natural não foi só nos visuais. A música de NewJeans também é fácil de ouvir, que batem suavemente nos ouvidos, o que por sua vez permite que cada uma das cinco vozes ressoe suas qualidades únicas com mais clareza. Min também tentou tornar o processo geral de produção natural, especialmente para as membros.


Primeiro envolvimento com polêmicas

Dada a sua ascensão na hierarquia da HYBE e o histórico estelar com outros grupos, o lançamento bem-sucedido do NewJeans poderia muito bem ter parecido uma conclusão precipitada. Mas nem todo mundo está feliz com a marca das cinco garotas sob sua responsabilidade. Internautas estavam levantando preocupações sobre as postagens recentes de Min no Instagram, várias das quais são fotos no estilo mood board de "garotas menores de idade que são vistas seminuas com homens mais velhos e imagens da atriz Brooke Shields jovem quado tinha apenas 15 anos em 1980 quando apareceu em um anúncio polêmico anuncio da Calvin Klein." O público passou a perceber alguns dos traços dessa estética no próprio do NewJeans, onde fãs admitiram achar inadequadas vestimentas e letra das músicas de um grupo com menores de idade.


De aliada a inimiga: ADOR X HYBE

No final de 2023, Min ganhou 18% de participação na ADOR, quando a HYBE passou da propriedade total da gravadora para uma participação de 80%. A HYBE lançou recentemente uma auditoria à empresa, alegando que Min e um outro executivo estavam tentando assumir o controlo total da ADOR através de formas ilegais. A equipe de auditoria teria apreendido bens informáticos nos escritórios da ADOR e obtido declarações de funcionários da empresa.


Sobre as alegações de negociações dissimuladas e de aquisição da empresa, Min divulgou um comunicado dizendo: “Como posso confiscar os direitos de gestão com a participação de 18 por cento que possuo? É impossível confiscar os direitos de gestão da ADOR porque a HYBE detém 80 por cento das ações. Sem consentimento, é impossível para a ADOR ser independente da HYBE. É difícil entender a afirmação da HYBE.” A HYBE também acusou Min de vazar informações confidenciais e pediu sua renúncia como CEO.


Em troca, Min acusou a HYBE de explorar a ADOR e copiar o conceito do NewJeans para ser plagiado no mais novo ato da HYBE, ILLIT, sob sua subsidiária BELIFT LAB. Ela afirmou que a HYBE está “cega pelos lucros de curto prazo e está produzindo em massa a falta de originalidade.”


Conteúdo exclusivo, não retirar sem os devidos créditos.


Fontes:1|2|3



153 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page