top of page
  • Foto do escritorJéssica Caroline

FILMES COREANOS BASEADOS EM HISTÓRIAS REAIS



A Coreia do Sul conquistou nossos corações com os dramas para todos os gêneros e gostos e de excelente qualidade, mas o cinema coreano também é cheio de produções incríveis, inclusive produções que retratam momentos históricos, decisivos e crimes que chocaram o país. Confira a lista abaixo!


ESCAPE FROM MOGADISHU

O filme de 2021 é inspirado numa história real de união de forças entre a embaixada da Coreia do Sul e do Norte na Somália, lutando pela sobrevivência em meio a um conflito armado que explode no país entre o governo e a população.


A história real, assim como no filme, se passa entre 1990 e 1991. Nesse período, a Coreia do Sul buscava o apoio do país africano para conseguir uma cadeira na ONU, pois ainda não era reconhecida como uma nação, mas era constantemente sabotada pela Coreia do Norte. Até que uma guerra civil toma conta do país com o objetivo de derrubar o governo de Siad Barre, à época.


Sem qualquer forma de comunicação, estrutura e proteção, o embaixador Kim, norte-coreano e o embaixador Han, sul-coreano, entre desentendimentos e diferenças unem seus grupos por um objetivo maior, que é sobreviver e conseguir chegar até a Embaixada da Itália que vai tirá-los do país, já que ambos os grupos estão abandonados à própria sorte em Mogadíscio, a capital da Somália.


Apesar de ser um filme sul-coreano, a produção retrata várias cenas de combates e destruição do país africano, contextualizando a história. Além disso, para aliviar a tensão, tem cenas divertidas e eletrizantes, especialmente na sequência de fuga do grupo em direção a Embaixada Italiana. O filme também conta questões políticas, que são parcialmente deixadas de lado no meio do filme, mas retomadas ao final. E apesar de dar foco ao grupo sul-coreano e seu líder, o embaixador Han, o grupo norte-coreano, em sua maioria é retratado com normalidade e o embaixador Kim, que os comanda, é apresentado como um homem pacífico e moderado.


Disponível: Life Fansub, Movie Asiam Fansub


MIRACLE: LETTERS TO THE PRESIDENT

Miracle é um filme leve, mas emocionante lançado em 2021. A história acompanha Jung Joonkyung (Park Jungmin), um jovem do ensino média que é um prodígio em matemática, o que lhe dá grandes chances, mas ele se nega a sair de sua terra natal, a província de Gyeongsang do Norte, pois tem um objetivo que não pode abandonar: construir uma estação de trem.


Por motivos pessoais, que guarda desde a infância, Joonkyung envia constantemente cartas ao Presidente do país pedindo para que ele construa a estação. Com a ajuda de sua namorada Rahee (YoonA) e sua irmã Bokyung (Lee Sookyung), Joonkyung consegue a permissão, mas não há dinheiro para a construção. Por isso, ele decide construir a estação com as próprias mãos e a ajuda dos demais moradores da vila.


O filme é baseado na história real de um grupo de aldeões que decidiu construir uma estação de trem privada (a primeira do tipo no país), pois como sua província não tinha estradas e apesar de ter trilhos, não havia ponto de parada, os moradores tinham que andar bastante para chegar até a estação mais próxima, passando por túneis e pontes, o que era bastante perigoso e resultou em várias tragédias. Assim como no filme, a estação se chamava Yangwon e funcionou até 2012, que desde então passou a ser parada turística, além disso, novas estradas foram construídas para o povo da aldeia.


Disponível: Life Fansub


HOPE

(ALERTA DE GATILHO) Hope não é uma história fácil de ser digerida, afinal retrata um crime brutal, além disso é baseado em uma história real de uma criança chamada Nayoung (nome fictício dado a vítima para preservar sua verdadeira identidade), que no ano 2009, quando tinha apenas 8 anos, foi espancada e estuprada por Cho Dossoon, um homem bêbado.


No filme, Nayoung recebe o nome de Sowon (que significa hope, ou seja, esperança) e no decorrer dos seus 120 minutos assistimos não apenas ao crime bárbaro, como ao rastro de consequências tristes e dolorosas que ele deixa: as feridas não apenas físicas, mas internas na vítima e também em seus pais e àqueles que estão em seu convívio.


Infelizmente, assim como no filme, o criminoso foi condenado a apenas 12 anos de prisão, sua pena foi reduzida sobre a alegação de incapacidade mental feito pela defesa. O que revoltou a população do país que passou a exigir leis mais duras para os abusadores sexuais. O filme lançado em 2013 reacendeu a luta pela aplicação da prisão perpétua para pessoas que cometem esse tipo de crime.


Apesar das lutas, porém, pouca coisa mudou, Cho Dossoon atualmente já está solto e assim que foi libertado voltou a morar na mesma casa de antes, apenas alguns minutos da casa de Nayoung, o que obrigou sua família se mudar, por medo, pois o estado se limitou apenas a garantir o seu monitoramento nas redondezas.


Disponível: Movie asian fasunb


THE LAST PRINCESS

A história acompanha os anos da princesa Yi Deokhye (Son Yejin), a última princesa da Dinastia Joseon, e da família real no Japão durante os anos de dominação japonesa e sua esperança, além de várias tentativas, de voltar para casa. Mostra também sua luta para ajudar os coreanos que viviam no Japão, através de trabalhos sociais, enquanto relata as difíceis condições que os coreanos enfrentavam no Japão, como pobreza e falta de trabalhos dignos.


Apesar de serem da família real, a produção mostra como todos foram mantidos prisioneiros do governo japonês, reforçados pela tentativa de fuga frustrada da família, orquestrada com a ajuda de estudantes coreanos que residiam no Japão e pessoas envolvidas no movimento de independência da Coreia.

Segundo a história, assim como no filme, em 1931 a princesa foi obrigada a se casar com So Takeyuki (Kim Jaewook), sob ordem do imperador japonês, com quem ela constrói uma família apesar da tristeza, até 1945 quando Japão se rende na 2ª Guerra e ela tenta voltar a Coreia, mas é barrada.


Devido as tristezas da vida, e a perca prematura da filha, a saúde mental da princesa vai se deteriorando e após anos desaparecida ela é encontrada em 1961, internada em um hospital psiquiátrico, após tentar tirar a própria vida várias vezes. Apenas em 1962, após 37 anos vivendo no Japão, ela conseguiu voltar a sua terra natal, durante os anos que se seguiram ela viveu no palácio que foi a antiga residência real até sua morte de causas naturais em 1989.


Disponível: Movie Asiam Fansub


KINGMAKER: THE FOX OF THE ELECTION

Kingmaker é um filme político lançado em 2021 acompanha a história de Kim Woonbum (Sol Kyunggu) e Seo Changdae (Lee Sunkyun). O primeiro era um candidato verdadeiramente preocupado com o povo, mas que não tinha métodos para conquistar votos; o segundo, era um farmacêutico em uma fazenda e dono de uma inteligência acima da média, o que permitiu ao candidato vencer eleições consecutivas ao longa da década de 1960.


A história é inspirada no estrategista eleitoral Eon Changrok, que trabalhou para Kim Daejung, que se tornou presidente da Coreia do Sul no final da década de 1990, mas à época era um político de oposição ao regime militar instaurado no país e tinha pouca visibilidade.


Assim como na realidade, o político tinha o objetivo de criar uma nova Coreia, já seu estrategista, era o homem que vive escondido das sombras, mas a mente pensante por trás das campanhas ferrenhas nas eleições. Numa época em que não existia internet, redes sociais e televisão ainda era algo limitado, é interessante ver como partidos e assessores trabalhavam cara a cara com o eleitorado para conquistar votos para seus candidatos e derrubar a popularidade da oposição.


E se você gosta de seguir uma ordem cronológica, pode assistir primeiro The Last Princess, e em seguida partir para Kingmaker, pois apesar das histórias trazerem personagens completamente diferentes, elas se completam na sequência de atos do cenário político coreano.


Disponível: Movie asian fansub



942 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commentaires


bottom of page