top of page
  • yasmimhayane

Casos de assédio no local de trabalho aumentam


Com mais pessoas retornando ao escritório em meio ao relaxamento das restrições de distanciamento social, os casos de assédio no local de trabalho na Coreia do Sul também aumentaram, mostrou uma pesquisa realizada pelo Gabjil 119, um grupo cívico pró-trabalho que faz campanha contra o abuso no local de trabalho, e pela Fundação de Solidariedade dos Trabalhadores Públicos


De acordo com a pesquisa, realizada entre 10 e 16 de junho com 1.000 funcionários de escritório com 19 anos ou mais, 29,6% disseram ter sofrido algum tipo de assédio no local de trabalho no ano passado. Na mesma pesquisa realizada em março deste ano, 23,5% disseram ter sofrido assédio no local de trabalho, como abuso verbal ou físico e bullying.


A pesquisa também mostrou que mulheres são mais vulneráveis ​​do que os homens, e os trabalhadores temporários estão expostos a mais abusos do que os empregados regulares. Dos 29,6% que responderam que foram assediados no trabalho, 39,5% disseram que o grau de abuso era grave. Além disso, 11,5% daqueles que sofreram assédio no trabalho disseram ter pensado em suicídio.


Fonte: The Korea Times

1 visualização0 comentário

Comments


bottom of page